Esta notícias foi vista24vezes!

Na CDN continua-se registar números preocupantes de trabalhadores com Maláriae que consequentemente, contribuem com ausência dos colaboradores no local de trabalho devido a enfermidade e pensando no seu maior valor “ valor a vida”, a CDN está intensificar medidas de prevenção e combate da malária para os seus colaboradores.

Para isso, decorreu entre os dias 31 de Janeiro a 2 de Fevereiro de 2018, a “Campanha de combate a Malária” nas frentes de trabalho de todas localidades da CDN, abrangendo cerca de 97% dos colaboradores próprios e contratadas. Durante este tempo, os colaboradores beneficiaram de Diálogos de Saúde e Segurança (DSS) e distribuição de redes mosquiteiras.

A campanha tinha como objectivo reflectir sobre a doença, visto que, apesar dos esforços feitos para reduzir os casos da doença, a CDN continua a registar casos preocupantes de trabalhadores com Malária.

Em 2017, foram registados 76 casos de malária contra 87 em 2016  sem registo de óbito, sendo que os meses de pico foram de Fevereiro e Abril. Para o mês de Janeiro do ano em curso 12 colaboradores tiveram Malária o que resultou em 35 dias perdidos.

%d bloggers like this: