Esta notícias foi vista147vezes!

Contribuir para melhoria da qualidade de vida da população da região norte, constitui um dos objectvos da CDN no ramo da sua actuação. Para o efeito, através de concensos alcançados  com o Governo, a empresa decidiu reduzir a tarifa de mercadorias no troço Nacala-Lichinga.
Com esta redução de tarifa, o actual preço está fixado em 2.150 meticais por tonelada, contra a tarifa anterior de 2.900 meticais.
Espera-se, porém, que este preço competitivo possa aumentar a procura de transporte ferroviário de mercadorias (pelos empresários) e como consequência aumentar o fluxo de trocas comerciais a nível de toda região norte.
Lembrar que no ano passado transportamos cerca de 405 mil toneladas de carga diversa.