Esta notícias foi vista168vezes!

Para aumentar a capacidade da frota e manuseamento no transporte de carga, a CDN apostou no passado mês de Março do corrente ano num novo projecto de conversão de vagões que consiste na mudança do sistema de freio  “de vácuo para ar comprimido” . O projecto que está a decorrer em simultâneo com a CEAR no Malawi, tem como objectivo principal aumentar a capacidade no transporte de carga.

Com este projecto estão previstos 228 vagões, nas quais 81 são da CEAR e os restantes da CDN, e numa primeira fase foram convertidos 67 vagões que foram entregues no início do mês de Julho e espera-se a conclusão dos restantes para finalizar o lote de 147 vagões previstos para serem entregues até final do ano. Este projecto continua até 2016 para conversão do resto da frota.

Hoje a CDN tem a limitação de fazer 25 no máximo 40 comboios por causa do sistema vácuo, sistema que limita a composição (comboios curtos), o tempo de resposta a frenagem, e a redução da capacidade dos vagões devido ao peso dos componentes.

O novo sistema implementado vai igualmente trazer melhorias nas operações ferroviárias permitindo a realização de comboios mais longos em termos de composição de vagões, melhorará a eficácia dos freios e não vai gerar resíduos prejudiciais.