Esta notícias foi vista268vezes!

O passado dia 8 de Novembro representou um grande feito na operação da empresa, no referente a capacidade de transporte ferroviário de carga geral.

Pela primeira vez, este transporte foi feito num comboio de unidades múltiplas de GT, que transportaram cerca de 2.570 ton brutas de carga diversa em trânsito, numa formação de 42 vagões puxados por duas locomotivas, usando o sistema de freio a ar comprimido.

Transporte esse, que era até então operacionalizado em unidades máximas de 25 vagões por comboio, sendo vagões de freio a vácuo em transportando no máximo 1.500 toneladas.

Para André Soares, director de Operações da CDN “Esta operação explora o ganho de produtividade e segurança na utilização do sistema de freio a ar comprimido e possibilita maior eficiência de frenagem e consequentemente formação de comboios maiores.

Dessa forma, conseguimos optimizar os recursos e a ocupação da malha ferroviária, proporcionando assim melhores condições de circulação e consequentemente menores tempos de percurso”.

Espera-se com esta mudança satisfazer os clientes nacionais e do Interland, melhorando o transporte de carga geral, com maior rapidez, eficiência e segurança.