Esta notícias foi vista203vezes!

Festa total, é assim como pode-se transcrever o momento que caracterizou a chegada do primeiro comboio de mercadorias à cidade de Lichinga, no passado dia 16 de Junho de 2017 corrente, marcando desta forma o reinício do transporte ferroviário de mercadorias, entre a capital provincial do Niassa e o estratégico Porto de Nacala, depois de sete anos.

Sete anos depois- comboio de mercadorias chega à cidade de Lichinga1

O comboio partiu na tarde do dia 14 de Junho em Nacala-porto, com 15 vagões blindados carregados, sendo, cinco vagões de cimento da Cimpor e igual número de trigo da Bakhresa, dois vagões tanque de combustível da Petromoc, dois de arroz e um vagão de sal, ao todo a composição transportava 600 mil toneladas de carga diversa.

Durante o momento de chegada que teve a cobertura mediática local, Sérgio Paunde, representando a empresa na cerimónia de chegada, garantiu que “A capacidade da CDN com a introdução do comboio de mercadorias é de transportar 24 vagões e a periodicidade vai depender muito da demanda, isto é da mercadoria a transportar. Porque, nós temos equipamento para fazer dois a três comboios de mercadorias por semana”.